fbpx

Blog

Compreender o mundo da inteligência artificial parece difícil? O G.A.T.E. descomplica!

Compreender o mundo da inteligência artificial parece difícil? O G.A.T.E. descomplica!

Cade Metz, professor da School of The New York Times, vai dar ajudar você a entender melhor como funciona a inteligência artificial e o que isso muda na sua vida

O medo de que vamos ser todos substituídos por robôs capazes de pensar praticamente como humanos não é de todo infundado, mas isso ainda pode demorar um tempo para acontecer. No entanto, há uma questão mais urgente e que já está deixando todo mundo de cabelo em pé: o que é, afinal, a inteligência artificial?

A IA, sigla para inteligência artificial, é o avanço tecnológico do século. Por causa dela, alguns sistemas são capazes de emular uma espécie de intelecto similar ao humano. Com isso, eles conseguem tomar decisões autônomas, sem comandos, com base em padrões de comportamentos e situações previstas em bancos de dados.

Em tese, tal tecnologia ajuda os seres humanos a tomarem decisões mais rapidamente, a simular situações para ajudar na solução de problemas de ordem prática e a ampliar a visão que se tem sobre muitos aspectos da mesma questão. E ela, embora esteja ainda engatinhando, já está entre nós.

Seu uso em hospitais, por exemplo, representa um avanço enorme na área da saúde. E os carros autônomos são, hoje, uma das grandes vitrines da IA. Você, sem dúvida, já usou algo que tenha inteligência artificial por trás: é com ela que seu e-mail diferencia com certa eficiência o que é ou não spam. É assim também que a busca por imagens consegue responder fazer a equivalência entre palavras e fotos.

Há, como sempre acontece em grandes avanços, questionamentos. Como já dito, para ser criada, a inteligência artificial parte de dados, que são coletados e atualizados no sistema por… humanos! Isso tende a gerar o que, hoje, é chamado de “machine bias”, o enviesamento da inteligência artificial por uma coleta de dados supostamente tendenciosos.

Cade Metz, jornalista do New York Times, especialista na área e entusiasta da inteligência artificial, já escreveu mostrando como ativistas, pesquisadores e sua própria classe, os jornalistas, se preocupam com os caminhos da tecnologia, por conta do “machine bias”. Segundo Cade Metz, desde os gigantes na área, como Facebook e Google, até as startups, é preciso ter responsabilidade e ética na forma de desenhar e colocar em prática a programação.

E este é apenas o começo de como a inteligência artificial afeta nossas vidas. Por isso, é tão importante entender o que essa nova era significa e como nos preparamos para absorver todos os impactos que ela certamente trará.

Cade Metz vem ao Brasil para o G.A.T.E. 2019 especialmente para fomentar essa discussão, em uma master class especialíssima. “Inteligência Artificial – Comunicando na Nova Era” é perfeita para quem quer buscar recursos e ter mais facilidade para distinguir o que é verdade e o que é hype no universo digital, além de entender as diversas ferramentas digitais disponíveis e como usá-las para se comunicar melhor.

Participe da aula e se prepare para aprender a falar sobre um dos assuntos mais importantes do momento, explorar como essas tecnologias são construídas, como operam e como elas mudarão o mundo – para melhor e para pior. Não perca!

Clique aqui para se inscrever!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

G.A.T.E.

O G.A.T.E. – Global Access Through Education é uma iniciativa que tem a missão de reunir palestrantes e expositores das principais instituições de ensino do mundo para compartilhar conteúdo genuíno de educação internacional, trazendo novas perspectivas sobre desenvolvimento pessoal e profissional.